Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ministro defende "pedagogia" da nova legislação sobre policiamento do desporto jovem

Lusa

  • 333

Redação, 09 nov (Lusa) -- O Ministro da Administração Interna (MAI) defendeu hoje o caráter pedagógico da nova legislação sobre o policiamento de eventos desportivos dos escalões jovens, admitindo um período de adaptação, com "bom senso", por parte dos clubes e associações regionais.

"Nunca foi obrigatório em Portugal que estivessem lá as forças de segurança. Não era antes e não é agora. O diploma que saiu não impede a presença das forças de segurança nos jogos", afirmou Miguel Macedo, à margem da cerimónia de balanço das operações de combate aos incêndios, no Laboratório Nacional de Engenharia Civil, em Lisboa.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciara hoje a existência de um regime transitório para a entrada em vigor da legislação, "sem prejuízo da entrada em vigor do decreto-lei 216/2012, relativo ao policiamento nos jogos de futebol", adiantando que vão manter-se "temporariamente os procedimentos atuais nos jogos das camadas jovens".