Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ministro da Saúde considera "inaceitáveis" eventuais faltas de medicamentos pelo baixo custo

Lusa

  • 333

Lisboa, 01 jun (Lusa) -- O ministro da Saúde, Paulo Macedo, afirmou hoje que é "totalmente inaceitável" se existirem faltas de medicamentos nas farmácias devido ao seu baixo custo e garantiu que o Governo estará atento a esta situação.

Questionado sobre uma notícia de hoje do semanário Expresso que diz que há falta de medicamentos nas farmácias porque dão pouco lucro a quem os produz e vende, Paulo Macedo afirmou que, a verificar-se, tal é "totalmente inaceitável".

"É totalmente lamentável se isso acontece", reforçou o ministro da Saúde, acrescentando que as próprias entidades que produzem e vendem os medicamentos "dizem sempre que o seu primeiro propósito é o de servir o doente", logo, "nunca pode ser o fator preço a estar em primeiro lugar".