Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ministro da Cultura de Cabo Verde conta com diáspora mas não escapa a críticas

Lusa

  • 333

Lisboa, 10 jul (Lusa) -- O ministro da Cultura cabo-verdiano conta com a diáspora para atrair investimentos, o que não impediu que algumas vozes se queixassem de não serem ouvidas numa conferência sobre economias criativas, hoje promovida em Lisboa.

O ministro da Cultura, Mário Lúcio, foi um dos oradores de uma conferência sobre oportunidades de investimentos e economias criativas, na Feira Internacional de Artesanato, que este ano tem Cabo Verde como país convidado.

Questionado no final pelos jornalistas, o governante e músico elogiou "o contributo" da diáspora cabo-verdiana, "primeiro embaixador" do país no mundo, "um mercado extraordinário para os produtos" nacionais e "o principal museu" das tradições e cultura do arquipélago no exterior.