Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ministro confirma mobilidade especial para professores e estuda formas de a evitar

Lusa

  • 333

Lisboa, 22 mar (Lusa) -- O ministro da Educação, Nuno Crato, afirmou hoje que a mobilidade especial vai aplicar-se aos professores no próximo ano letivo, acrescentando que está a estudar possibilidades de, na prática, os docentes não serem atingidos por este regime.

O ministro garantiu ainda que o horário dos professores vai manter-se nas 35 horas semanais, afastando assim a hipótese do aumento para 40 horas.

De igual forma, vão manter-se as reduções horárias por antiguidade, assegurou.