Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ministro angolano pede a empresas portuguesas do setor da água que levem experiência para o país

Lusa

  • 333

Lisboa, 16 out (Lusa) - O ministro da Energia e Águas de Angola sugeriu hoje às empresas portuguesas que contribuam para o desenvolvimento do setor da água no país, nomeadamente o plano emergencial, que prevê um investimento de 5 mil milhões de dólares.

Numa videocomunicação transmitida durante a 7.ª Expo Água, que decorre até quarta-feira em Oeiras e tem Angola como país convidado, João Baptista Borges falou sobre as prioridades do Governo angolano para o setor e sobre o papel que Portugal e as instituições do país podem ter nesse processo.

"Uma sugestão que faria às empresas portuguesas era que trouxessem para Angola a sua experiência", disse o ministro, recordando que "o fator língua e a história em comum fazem grande diferença".