Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ministério Público recorre da pena suspensa aplicada a homem que queimou criança de dois anos

Lusa

  • 333

Lisboa, 21 dez (Lusa) - O Ministério Público (MP) vai recorrer da pena suspensa de três anos e nove meses de prisão aplicada a um homem que queimou uma criança de dois anos com um aquecedor e cigarros e a quem causou graves lesões.

"O Ministério Público vai interpor recurso [para o Tribunal da Relação de Lisboa] relativamente à suspensão da execução da pena de prisão aplicada ao arguido, uma vez que entende que lhe deve ser aplicada uma pena de prisão efetiva", explica a Procuradoria-Geral da República, numa resposta escrita envida hoje à agência Lusa.

O arguido, de 22 anos, encontrava-se em prisão preventiva ao abrigo deste processo e, após a leitura do acórdão, na semana passada, foi libertado por ordem do coletivo de juízes da 8.ª Vara Criminal de Lisboa, presidido por Jorge Melo.