Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ministério Público pede pena suspensa para acusados de agressões mortais a jovem

Lusa

  • 333

Viana do Castelo, 21 mar (Lusa) - O Ministério Público (MP) pediu hoje a condenação a três anos de prisão, suspensa, para os quatro arguidos acusados das agressões que em 2010 provocaram a morte a um jovem de 19 anos em Viana do Castelo.

Nas alegações finais do julgamento, o procurador do MP defendeu a condenação dos arguidos, em cúmulo jurídico e coautoria, por crimes de ofensas à integridade física simples, agravadas pela morte, e de omissão de auxílio - conforme a acusação -, numa "pena máxima" de três anos de prisão.

Admitiu, contudo, a suspensão da sua aplicação, pela ausência de antecedentes criminais nos quatro homens, naturais da freguesia de Fontão, em Ponte de Lima, e com idades entre os 25 e os 38 anos, além da sua integração na sociedade.