Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ministério Público acusa 30 arguidos no âmbito da Operação Furacão

Lusa

  • 333

Lisboa, 14 jun (Lusa) - O Ministério Público (MP) deduziu acusação a 30 arguidos, seis dos quais sociedades comerciais, no âmbito de um dos processos da Operação Furacão, investigação que envolve centenas de empresas e alguns bancos.

A Procuradoria-Geral da República refere, em nota enviada à agência Lusa, que a acusação, datada de 06 de junho, "abrange uma entidade promotora de serviços que foram considerados como ilícitos e as entidades e pessoas aderentes, que não regularizaram anteriormente a sua situação tributária".

"Os factos em causa reportam-se aos anos de 2001 a 2007, estando em causa um prejuízo total sofrido pelo Estado, em sede da não arrecadação de impostos, que foi calculado atingir o montante de cerca de 37 milhões de euros, dos quais cerca de 8,5 milhões de euros havia já sido voluntariamente reparado por aderentes, contra os quais não foi deduzida acusação", refere o Ministério Público.