Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ministério Público abre inquérito para apurar a tentativa de agressão a segurança de Miguel Relvas

Lusa

  • 333

Horta, 07 nov (Lusa) -- O Ministério Público (MP) decidiu hoje abrir um inquérito ao caso da tentativa de agressão ao segurança do ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, durante a sua estadia na ilha do Faial.

A decisão do MP foi divulgada aos jornalistas por Francisco Abreu de Chaves, advogado de defesa do jornalista Nuno Ferreira, que é acusado de tentativa de agressão de um segurança de Miguel Relvas e que foi, entretanto, constituído arguido.

"O processo está em segredo de justiça. Compreendo a pertinência das vossas questões, mas não vou fazer qualquer tipo de declaração", disse o advogado à saída do Tribunal da Horta, acrescentando que vai agora aguardar o resultado final do inquérito.