Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mineiro moçambicano alegadamente morto por colegas grevistas na África do Sul

Lusa

  • 333

Joanesburgo, 13 nov (Lusa) - O corpo sem vida de um mineiro moçambicano foi encontrado num campo próximo da mina de platina de Amandebult, da empresa Anglo America Platinum (Amplats), no norte da África do Sul, disseram hoje fontes da empresa e da polícia.

A coronel Ronel Otto, porta-voz da polícia sul-africana, que confirmou à Lusa a nacionalidade moçambicana do mineiro, referiu que tudo indica que a vítima terá sido assassinada por um grupo de colegas grevistas que atacaram igualmente outros mineiros que se têm apresentado ao trabalho desde o início da paralisação daquela mina.

Segundo aquela responsável, o mineiro morto, de 56 anos, cuja identificação não será tornada pública até a família ser informada do incidente, foi atacado na noite de segunda-feira, quando regressava a casa depois de terminar o seu turno na mina.