Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Militares da GNR vão aguardar julgamento em liberdade mas suspensos de funções

Lusa

  • 333

Vila do Conde, 09 nov (Lusa) -- Os quatro militares da GNR indiciados pela prática de vários crimes, entre os quais peculato e corrupção, vão aguardar julgamento em liberdade, mas suspensos do exercício das respetivas funções de guardas.

A decisão foi tomada hoje pelo juiz de instrução que ouviu os arguidos nos últimos três dias no tribunal de Vila do Conde.

Para além disso, os arguidos ficaram ainda "proibidos de contactar com elementos da comunidade chinesa da zona industrial da Varziela", em Vila do Conde, e de "frequentarem, em qualquer circunstância, tal área industrial".