Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Militares alemães conheciam programa de vigilância dos Estados Unidos - imprensa

Lusa

  • 333

Berlim, 17 jul (Lusa) -- O contingente militar alemão destacado no Afeganistão conhecia desde 2011 o programa de vigilância de comunicações norte-americano PRISM, escreve o jornal Bild na edição de hoje, citando documentação da Aliança Atlântica e da NSA.

De acordo com o jornal, a comunicação escrita das Forças Internacionais de Assistência à Segurança (ISAF) na capital do Afeganistão foi dirigida em 2011 a todos os comandos regionais presentes no país e mencionava especificamente o programa de vigilância da Agência Nacional de Segurança (NSA) dos Estados Unidos.

A carta, do diretor da NSA, enviada através dos canais da NATO no Afeganistão, instruía os militares norte-americanos a coordenar as operações de vigilância no país, incluindo as forças destacadas em Mazar-i-Sharif, no norte do país, comandadas pelos militares alemães.