Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Milhares de pessoas pediram nas ruas da capital eslovena demissão do PM

Lusa

  • 333

Ljubljana, 12 jan (Lusa) -- Cerca de 8.000 pessoas, segundo a polícia, e mais de 10.000, segundo a imprensa eslovena, participaram, esta sexta-feira, na capital da Eslovénia, num protesto para exigir a demissão do primeiro-ministro, o conservador Janez Jansa.

"Jansa para a cadeia", gritaram, em algumas ocasiões, os manifestantes que se reuniram junto ao Parlamento, segundo noticiou o diário Delo, na sua edição digital.

Alguns dos participantes do protesto, um dos maiores dos últimos meses na Eslovénia, queimaram fotografias do primeiro-ministro e do presidente da câmara de Ljubljana e líder da oposição, Zoran Jankovic, sobre os quais recaem dúvidas sobre a origem do património que possuem.