Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Metro do Porto: Ministro da Economia garante que "não há lutas políticas"

Lusa

  • 333

Lisboa, 02 jul (Lusa) - O ministro da Economia garante que "não há lutas políticas" envolvidas no caso do adiamento da assembleia-geral da Metro do Porto e que a reunião de sexta-feira foi suspensa após reservas da Comissão de Recrutamento da Administração Pública.

Segundo explicou hoje o ministro da Economia aos jornalistas, em Lisboa, o Governo convidou a Junta Metropolitana do Porto (JMP) a apresentar a sua escolha para o conselho de administração executivo do Metro, tendo recebido o nome e currículo perto do meio-dia de sexta-feira, que de imediato reencaminhou para a Comissão de Recrutamento e Selecção para a Administração Pública (CRESAP).

"A Cresap pronunciou-se às 16h57 com algumas reservas nos nomes e a pedir mais informação", disse o ministro, adiantando que foi esse o motivo de a reunião ter sido adiada para daí a 15 dias.