Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Merkel quer mais flexibilidade e mobilidade laboral na Europa

Lusa

  • 333

Madrid, 3 jul (Lusa) - A chanceler alemã, Angela Merkel, defende numa entrevista maior flexibilização do mercado laboral, mais mobilidade no espaço europeu e mais esforços dos mais ricos para ajudar a fomentar o crescimento e estimular o desemprego jovem na Europa.

"Tenho a sensação de que os cidadãos de muitos países sabem perfeitamente quais foram os erros cometidos nos seus países no passado. Lamento que com frequência sejam precisamente os que não tiveram nada que ver com esses erros, os jovens e os mais desfavorecidos, quem hoje mais padecem as consequências", disse na entrevista conjunta a vários jornais europeus.

"Com frequência, as pessoas com capital já saíram do país ou contam com outras possibilidades para se proteger. Os ricos nos países mais afetados pela crise poderiam ser muito úteis se se comprometessem mais. É muito lamentável que parte das elites económicas assumam tão pouca responsabilidade pela deplorável situação atual", considerou.