Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mensagem do primeiro-ministro foi "patética" - PCP

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 dez (Lusa) - O PCP considerou hoje "patética" a mensagem de Natal do primeiro-ministro, considerando que Passos Coelho tentou "enganar" os portugueses sobre os resultados da sua política e aquilo que podem esperar do futuro.

"Aquilo que hoje ouvimos é uma declaração patética em que, no essencial, se pode perceber que o primeiro-ministro procurou enganar, mentir aos portugueses sobre aquilo que tem sido o resultado da sua política e, sobretudo, das perspetivas de futuro", disse à Lusa o dirigente comunista Jorge Cordeiro, que sublinhou que "talvez a única afirmação verdadeira" de Passos Coelho, hoje, tenha sido a "de que 2013 será um ano de grandes sacrifícios".

Para o PCP, "de facto 2013 será de grandes sacrifícios, como 2012 já o foi e como 2014 será ainda mais, se não for interrompida esta política".