Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Menezes critica ministro da Saúde por dar "visão distorcida e quase persecutória" do Norte

Lusa

  • 333

Vila Nova de Gaia, 21 fev (Lusa) - O presidente da Câmara Municipal de Gaia criticou hoje o ministro da Saúde por ter feito "afirmações que fazem com que a visão do Estado em relação ao Porto e ao Norte apareça distorcida e quase persecutória".

Luís Filipe Menezes disse que Paulo Macedo, que esteve na quarta-feira, no Porto, "colocou em causa a construção do Centro Materno Infantil do Norte (CMIN) e, de forma mais radical, o Centro Reabilitação de Valadares", em Gaia.

"O senhor ministro, talvez por má informação, não foi exato", considerou o autarca social-democrata, em conferência de imprensa convocada para o efeito.