Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Membro das Pussy Riot abandona greve de fome na prisão

Lusa

  • 333

Moscovo, 01 jun (Lusa) - Maria Alekhina, membro do grupo de punk russo Pussy Riot, abandonou hoje a greve de fome que começou há nove dias, depois de a administração da prisão onde está presa ter satisfeito as tuas exigências.

"Há uma hora atrás, a administração da prisão onde ele está internada Mary levou-a numa espécie de excursão para lhe mostrar que satisfez todas as suas exigências", disse à agência Interfax Piotr Verzílov, marido de Nadezhda Tolokónnikova, outro membro do grupo de música.

Em concreto, explicou, foram removidos os cadeados das dependências onde trabalham as presas e também foram retiradas outras medidas que recentemente endureceram o regime interno da prisão.