Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Melhorar instituições é essencial para privados investirem em Moçambique - Relatório

Lusa

  • 333

Marraquexe, Marrocos, 27 mai (Lusa) - O Governo moçambicano deve melhorar a moldura institucional para cumprir os planos de crescimento alicerçado nos investimentos privados e nas parcerias público-privadas na melhoria das infraestruturas, prevê o relatório African Economic Outlook, organizado por quatro instituições internacionais.

De acordo com o documento, elaborado pelo Banco Africano para o Desenvolvimento, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), a Comissão Económica de África e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, os planos do executivo para sustentar o crescimento têm de ser enquadrados numa "moldura institucional melhorada" que garanta uma responsabilização e escrutínio, não só das apostas do Governo, mas também da relação com os agentes privados.

Segundo o relatório, Moçambique deverá aumentar o "robusto crescimento" do ano passado, acelerando para 8,5% e 8% neste e no próximo ano, respetivamente, muito à custa do negócio do carvão, que vale quase um ponto do PIB, do reforço dos fluxos de Investimento Direto Estrangeiro, aumento do crédito ao setor privado e investimentos fortes nas infraestruturas.