Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Meireles (Fenrbahçe) considera castigo de 11 jogos "inacreditável" e vai processar árbitro

Lusa

  • 333

Istambul, 20 dez (Lusa) -- O internacional português Raúl Meireles, suspenso hoje 11 jogos pela Federação Turca de Futebol por um desentendimento com um árbitro, considerou o castigo "inacreditável", prometeu recorrer da decisão e processar o "juiz" da partida.

"Acho que isto é inacreditável, um castigo de tantos jogos, baseado em mentiras do relatório do árbitro. Eu tive acesso e estive a ler e ele diz que lhe cuspi na cara. É pura mentira. Diz também que lhe mostrei um símbolo que queria dizer que ele era 'gay'", disse o médio à Agência Lusa.

O internacional português alega que apenas terá acusado o árbitro, Halis Ozkahya, de estar a ajuizar "com medo", mostrando-lhe a "mão cerrada", depois de ser admoestado com um segundo cartão amarelo, consequente vermelho e ordem de expulsão, durante a visita de domingo do Fenerbahçe ao rival Galatasaray.