Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Medvedev defende prisão de adepto que lançou petardo e feriu guarda-redes

Lusa

  • 333

Moscovo, 19 nov (Lusa) - O Primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, defendeu hoje a prisão do adepto do Zenit São Petersburgo que sábado arremessou um petardo para o relvado e feriu o guarda-redes do Dínamo de Moscovo, na 16.ª jornada da liga russa de futebol.

Preocupado com os recentes episódios de hooliganismo, Medvedev defendeu que este adepto "não deve ficar impune", considerando "óbvio", que quem lança petardos num espetáculo desportivo, deve "ir para a cadeia".

"Precisamos de fazer mudanças na legislação de maneira a prevenir estes crimes", sublinhou o Primeiro-ministro da Rússia, que organizará o Mundial de futebol em 2018, em reunião de governo, de acordo com agências de notícias locais.