Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Medidas de austeridade na Grécia acompanhadas de deterioração da saúde pública - estudo

Lusa

  • 333

Washington, 19 abr (Lusa) -- As drásticas medidas de austeridade aplicadas na Grécia para consolidar as finanças públicas foram acompanhadas de uma explosão dos suicídios, dos homicídios e de uma deterioração da saúde pública, segundo um estudo norte-americano e grego.

A taxa de mortalidade resultante de suicídios e de homicídios aumentou 22,7 por cento e 27,6 por cento, respetivamente, de 2007 a 2009, sobretudo entre os homens, precisam os autores do estudo, publicado na quinta-feira no American Journal of Public Health.

O relatório, que tem por base as estatísticas governamentais, revela também um aumento do número de casos de doenças mentais, abuso de droga e mesmo de doenças infeciosas causadas pelos vírus do Nilo Ocidental e da SIDA.