Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Médicos: Sindicatos avançam para tribunal contra fim do descanso compensatório

Lusa

  • 333

Lisboa, 16 ago (Lusa) -- Os sindicatos dos médicos vão avançar com ações judiciais contra o Governo pela alteração ao código de trabalho que elimina o descanso compensatório e reduz o valor das horas extraordinárias para os trabalhadores com contrato individual de trabalho.

Em declarações à Lusa, o presidente da Federação Nacional dos Médicos (FNAM), Sérgio Esperança, afirmou que o sindicato "vai mesmo avançar com uma ação judicial contra o Governo", uma decisão que "já foi tomada ao nível dos órgãos diretivos".

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) afirma, em comunicado publicado no seu site, que "patrocinará as ações judiciais individuais ou coletivas dos seus associados, face aos depreciados concretos pagamentos que venham a ser efetuados".