Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Médicos insistem que farmárcias trocam medicamentos e pedem auditoria nacional

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 out (Lusa) -- A Ordem dos Médicos (OM) reafirma as acusações de troca abusiva de medicamentos nas farmácias, garantindo que compilou dados a comprová-lo, e exige uma auditoria nacional.

"Não só o aumento do consumo de genéricos se deve exclusivamente aos médicos, como as farmácias, por sistema, dispensam medicamentos mais caros do que aqueles que foram receitados", sustenta a OM em comunicado enviado á agência Lusa.

Os médicos insistem que os doentes estão a ser "económica e clinicamente prejudicados" e exigem uma auditoria nacional.