Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Médicos e enfermeiros alertam para "situação explosiva" na toxicodependência

Lusa

  • 333

Redação, 24 ago (Lusa) - Portugal caminha para uma "situação explosiva" na área da prevenção, acompanhamento e tratamento de toxicodependentes, admitiram à agência Lusa representantes das Ordens dos Médicos e dos Enfermeiros.

A Ordem dos Médicos sublinha a crescente perda de recursos humanos e as dificuldades cada vez maiores de acesso dos doentes às consultas e tratamento, a ausência de uma política nacional e o facto de as estruturas e equipas no terreno se encontrarem ao abandono.

Já a Ordem dos Enfermeiros destaca a falta de enfermeiros especializados em saúde mental nas equipas de acompanhamento deste fenómeno, a tendência para um aumento no número de toxicodependentes em momentos de crise e a falência de modelos vigentes no acompanhamento dos doentes.