Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Media: PS lamenta falta de "formalismo democrático" no anúncio da concessão da RTP a privados

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 ago (Lusa) - O PS lamentou hoje a falta de "algum formalismo democrático" do Governo, que faz com que "qualquer um possa anunciar o que quiser, quando quiser e substituir quem quiser", referindo-se às declarações de António Borges sobre a RTP.

O economista e consultor do Governo António Borges considerou na quinta-feira, em entrevista à TVI, que a possibilidade de concessionar a RTP1 a investidores privados é um cenário "muito atraente", mas assegurou que nada está ainda acordado sobre o futuro da empresa.

"Como o Governo não tem noção do que é um Governo, do que é o sentido de Estado, do que é um Governo eleito, acha que tudo vale e qualquer um pode vir anunciar o que quiser, quando quiser, substituir quem quiser. A falta de consciência da importância das regras e de algum formalismo democrático é flagrante na forma de agir, de falar e até na forma de se fazer substituir", afirmou à agência Lusa a deputada socialista Inês Medeiros.