Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mário Soares diz que Portugal vive o "momento mais grave" desde o 25 de Abril

Lusa

  • 333

Rio de Janeiro, 25 abr (Lusa) -- O ex-presidente da República Mário Soares, numa entrevista publicada hoje no Jornal do Brasil afirma que o Governo de Passos Coelho "tem que cair" e que Portugal vive o momento mais grave depois de 1974.

"É o mais grave. Nunca houve tanto desemprego, tanta pobreza, tanta miséria e tanto desespero por parte da população. Este Governo tem que cair e espero que caia o mais depressa possível, pois está a matar o país com o neoliberalismo que exige estabilidade e pagamento à 'troika' (constituída pelo Fundo Monetário Internacional, o Banco Central Europeu e a Comissão Europeia), súbdita dos mercados que querem ganhar dinheiro e não querem emprestar nada", afirma Mário Soares numa entrevista à Agência Brasil e publicada hoje na edição 'on-line' do Jornal do Brasil.

Para o líder histórico do PS não se trata de uma ajuda financeira por parte da 'troika', "mas sim o contrário" porque obriga Portugal a pagar juros "altíssimos" pelos empréstimos acrescentando que concorda com as posições que foram tomadas pela Argentina pelo Brasil, países confrontados com crises económicas e financeiras.