Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mário Santos trava "euforias" e diz que atingir finais será um bom mundial

Lusa

  • 333

Porto, 27 ago (Lusa) - O presidente da Federação Portuguesa de Canoagem, Mário Santos, travou hoje eventuais "euforias" quanto ao desempenho luso nos Mundiais da Alemanha, recordando que o país apenas tem três medalhas no evento.

"Convém não esquecer que, em todo o seu historial, a canoagem portuguesa tem apenas três medalhas em mundiais absolutos. É preciso ter isso presente. É preciso não entrar em euforias ou falsas expectativas quanto às nossas reais hipóteses", advertiu, em declarações à agência Lusa, perspetivando a prova que decorre de quinta-feira a domingo em Duisburgo, na Alemanha.

José Garcia conquistou o bronze em 1989 na Bulgária em K1 10.000, o K4 200 Helena Rodrigues/Teresa Portela/Joana Sousa/Beatriz Gomes obteve o mesmo metal em 2009 no Canadá e o K2 500 Fernando Pimenta/João Ribeiro foi prata em 2010 na Polónia.