Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mário Santos garante "diálogo" e lamenta "falhas" de Pimenta e seu treinador

Lusa

  • 333

Welland, Canadá, 03 ago (Lusa) - A Federação Portuguesa de Canoagem garante que "sempre privilegiou o diálogo" com os vários agentes da modalidade e diz que tudo fez para um entendimento competitivo com Fernando Pimenta, lamentando as suas "falhas" e as do seu treinador.

Em declarações à agência Lusa, Mário Santos, presidente da Federação (FPC), revela que no início da época tomou a iniciativa, juntamente com a equipa técnica liderada por Ryszard Hoppe, de contactar o técnico Hélio Lucas para, em Ponte de Lima, "tentar uma conciliação, pontos convergentes para a preparação do atleta".

"Ainda aguardamos a resposta do treinador e o envio dos elementos ao selecionador nacional. Apesar das insistências, até minhas, não tivemos sucesso. Antes do início do estágio para os mundiais, tentamos nova aproximação, explicar as nossas razões e opções técnicas, mas o atleta foi irredutível quanto à participação e enquadramento do seu treinador e abandonou o estágio", lamentou.