Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mário Figueiredo defende árbitros em exclusividade para I Liga e auxiliares de baliza

Lusa

  • 333

Lisboa, 23 nov (Lusa) - O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Mário Figueiredo, manifestou-se hoje favorável à existência de árbitros profissionais em exclusividade para a I Liga e o recurso a árbitros de baliza neste campeonato.

"Muitas vezes o árbitro não consegue ver lances de penaltis que ficam por marcar ou penaltis mal marcados, porque ele não consegue ver. Eu posso dar inúmeros exemplos, vistos na televisão, de que só um árbitro na posição oposta ao principal é que pode ver se a bola entrou ou se foi falta. É essencial que se dê aos árbitros condições para arbitrar com qualidade. Para mim é com árbitros de baliza e árbitros profissionais na I Liga", afirmou Mário Figueiredo à agência Lusa.

O presidente da LPFP reconheceu ser impossível profissionalizar todos os árbitros que arbitram as competições profissionais em Portugal, defendendo que a II Liga sirva para "tirocínio" dos "juízes".