Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Marinha Grande: Trabalhadores da Grandupla contestam despedimento coletivo à porta da empresa

Lusa

  • 333

Marinha Grande, 02 jul (Lusa) - Cerca de 40 trabalhadores de uma fábrica de plásticos Grandupla, da Marinha Grande, concentraram-se hoje de manhã à porta da empresa, em protesto contra um despedimento coletivo que consideram ser ilegal.

"Recebi a carta de despedimento na segunda-feira da passada semana a dar conta que o meu trabalho terminava na sexta e que todo o dinheiro que era devido seria pago até esse dia. Hoje fui ver o extrato da conta e ainda não está nada lá", disse à agência Lusa uma das trabalhadoras, Fernanda Carrapeiro, que contava 22 anos de casa.

A nova administração da Grandupla está em funções há cerca de um ano e "já em dezembro avançara para o despedimento de 20 pessoas e agora para outras 40", revelou Raul Teixeira, do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras.