Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mariano Barreto abandona Al-Qadisiya da Arábia Saudita devido a salários em atraso

Lusa

  • 333

Khobar, Arábia Saudita, 10 fev (Lusa) - O português Mariano Barreto abandonou o Al-Qadisiya, da Arábia Saudita, por ter seis meses de salários em atraso, confirmou hoje o treinador à agência Lusa.

"Já tínhamos seis meses de salários em atraso, fomos ficando à espera que a situação se alterasse, porque queríamos dar continuidade ao projeto que iniciámos, que tem um bocadinho de nós, e foi feito com jovens jogadores do clube", afirmou Mariano Barreto.

O técnico, de 56 anos, admitiu que a situação "não era confortável para ninguém" e que decidiu "cessar funções e que se as coisas se resolverem a bem será feita a rescisão amigável, caso contrário será por iniciativa da equipa técnica".