Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Maria de Medeiros confessa "sentimento de grande injustiça" com crise em Portugal e Espanha

Lusa

  • 333

Sevilha, 10 nov (Lusa) - A atriz e realizadora portuguesa Maria de Medeiros confessou hoje um "sentimento de grande injustiça" por serem os menos responsáveis pela crise em Portugal e Espanha os mais penalizados pelas medidas de austeridade.

"As pessoas mais penalizadas são as menos responsáveis pela crise", afirmou a atriz numa conferência de imprensa durante o Festival de Cinema Europeu de Sevilha, onde apresentou o seu documentário "Repare bem" e em que foi distinguida com um prémio de carreira.

"Pede-se que sejam as pessoas que trabalham, as que têm menos responsabilidades, que façam mais esforços", acrescentou, referindo-se à crise em Portugal e em Espanha.