Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Marginal Atlântica de Matosinhos custou 10 ME, 85% dos quais do QREN

Lusa

  • 333

Matosinhos, 20 ago (Lusa) -- A Câmara de Matosinhos anunciou hoje que a Marginal Atlântica deste concelho, uma obra iniciada em 2010, está concluída, tendo custado 10 milhões de euros, sendo que 85% desta verba vieram do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN).

Esta obra decorreu durante dois anos, ainda que de forma "faseada", como explicou a vereadora do Ambiente da autarquia matosinhense, Joana Felício, sendo o seu objetivo ligar, por completo, a marginal de Siza Vieira, em Leça da Palmeira, até à praia de Angeiras, na freguesia de Lavra, passando, assim, pelas praias do Cabo do Mundo e Memória, entre outras da freguesia de Perafita.

Hoje, na cerimónia formal de inauguração, o presidente da Câmara de Matosinhos, Guilherme Pinto, defendeu que esta empreitada foi "a maior levada a cabo em Portugal" no âmbito da orla costeira.