Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"Mãos Limpas" pede a juiz para indiciar ex-assessor do PP Pedro Arriola

Lusa

  • 333

Madrid, 23 jul (Lusa) -- O movimento "Mãos Limpas", a acusação popular do "caso Bárcenas", pediu ao juiz da Audiência nacional Pablo Ruz que cite como arguido Pedro Arriola, assessor eleitoral de líderes do PP e que supostamente recebeu cerca de 1,4 milhões de euros do partido.

A acusação enviou hoje uma carta ao juiz, exigindo ainda que se solicite à agência tributária as últimas dez declarações de rendimentos e património de Arriola, ao Registo mercantil as sociedades que lhe estão vinculadas e ao Gabinete de averiguação patrimonial os bens que possui.

Arriola ocupou designadamente as funções de assessor eleitoral de Mariano Rajoy e José María Aznar, o atual e ex-primeiro-ministro de Espanha eleitos pelo Partido Popular (PP).