Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Maomé/Filme: Parlamento iemenita rejeita soldados dos EUA para proteger embaixada

Lusa

  • 333

Sanaa, 15 set (Lusa) -- O Parlamento iemenita rejeitou hoje a presença de fuzileiros norte-americanos no Iémen para proteger a embaixada dos Estados Unidos contra eventuais ataques de manifestantes em protesto contra um filme hostil ao Islão.

Num comunicado, o Parlamento declara a sua "rejeição de qualquer forma de presença estrangeira" no Iémen e afirma que é o Governo que deve assegurar a proteção das embaixadas estrangeiras no país.

Após a violência de quinta-feira, o Pentágono anunciou o envio de uma equipa de "marines" para proteger a embaixada norte-americana no Iémen. O destacamento de cerca de 50 soldados para o Iémen é "uma medida de precaução", precisou o porta-voz do Departamento de Defesa, George Little.