Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mandarim ensinado em todas as escolas de S. João da Madeira

Lusa

  • 333

S. João da Madeira, 09 out (Lusa) - S. João da Madeira vai passar a ter mandarim em todas as escolas do 1.º ciclo e quer abrir turmas bilíngues para ensino dessa língua até ao 12.º ano, antecipando futuros contactos comerciais com "o maior mercado da Humanidade".

A introdução nas escolas locais do idioma dominante na China foi aprovada hoje em reunião de Câmara e terá efeitos a partir de janeiro de 2013, quando todos os alunos do 3.º ano de escolaridade passarão a frequentar uma aula de iniciação ao mandarim que terá continuidade também no seu 4.º ano, logo a partir de setembro. Na mesma reunião do executivo decidiu-se ainda enviar ao Ministério da Educação o pedido para que numa escola do município possam funcionar turmas bilíngues de português/mandarim, com ensino contínuo desde o 1.º ano até ao 12.º ano.

O presidente da Câmara declara que esta é uma resolução "de grande alcance para o futuro", porque adequa os currículos escolares locais à evidente emergência da China. "Para uma terra com tantas empresas exportadoras como S. João da Madeira", afirma Castro Almeida, "as relações com a China nas próximas décadas serão absolutamente vitais".