Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mali: Estado de emergência prolongado por três meses

Lusa

  • 333

Bamako, 21 jan (Lusa) - O governo do Mali prolongou hoje por três meses o estado de emergência decretado em 12 de janeiro face ao avanço para a capital de rebeldes islamitas que controlam o norte do país, que suscitou uma intervenção militar francesa.

A decisão foi anunciada depois de uma reunião extraordinária do governo maliano, no dia em que forças do Mali e francesas retomaram duas cidades estratégicas - Diabali e Douentza - num dos principais sucessos da campanha militar franco-maliana que decorre há 11 dias.

França colocou no terreno cerca de 2.000 militares que avançam para norte ao lado das tropas malianas, depois de uma campanha de ataques aéreos da aviação francesa contra redutos dos rebeldes, que têm alegadas ligações à organização terrorista Al-Qaida.