Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Maldivas: Primeiro Presidente democraticamente eleito vai ser julgado por abuso de poder

Lusa

  • 333

Colombo, 30 set (Lusa) -- O primeiro Presidente democraticamente eleito das Maldivas, Mohamed Nasheed, vai ser julgado na segunda-feira por abuso de poder, sete meses depois de ter sido deposto, na sequência do que definiu de "golpe de Estado".

Três semanas de protestos levados a cabo pela oposição, por causa da detenção de um juiz sénior suspeito de corrupção, culminaram num motim da polícia que forçou Mohamed Nasheed, o primeiro Presidente do país eleito democraticamente em 2008, a demitir-se.

Nasheed, 45 anos, arrisca uma pena de até três anos de prisão ou o desterro numa ilha remota do arquipélago, onde turistas pagam até 12.500 dólares norte-americanos (9,7 mil euros) por umas férias ao estilo Robinson Crusoe.