Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Malásia: PM anuncia revogação da lei de sedição

Lusa

  • 333

Kuala Lumpur, 12 jul (Lusa) -- O primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak, anunciou na noite de quarta-feira que a lei de sedição vai ser revogada, considerando que se encontra ultrapassada e que vai substituída por outra que garantirá mais liberdades.

A lei de sedição, contestada pela oposição e defensores dos direitos civis, representa uma "era passada", declarou Najib Razak, salientando que aquela será substituída pela "lei de harmonia nacional", que "garantirá a liberdade de expressão, protegerá a unidade nacional, evitando o incitamento ao ódio religioso ou étnico".

As autoridades malaias alegavam que a lei de sedição permitia limitar as declarações ou gestos suscetíveis de causar conflitos raciais no seio daquela nação multicultural com mais de 28 milhões de habitantes, mas a oposição e os defensores dos direitos civis reclamavam a sua revogação.