Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Malásia acusou oito seguidores do sultão de Sulu de terrorismo

Lusa

  • 333

Banguecoque, 20 mar (Lusa) -- Oito filipinos seguidores do sultão de Sulu foram hoje acusados de "declarar guerra" e de terrorismo pela Malásia na sequência dos confrontos registados na ilha de Bornéu, informou a imprensa local.

A leitura da acusação teve lugar em Sabah, Estado malaio em Bornéu cuja soberania é reivindicada pela milícia filipina, que ocupa a área desde fevereiro, segundo o jornal The Star.

Os oito acusados fazem parte de um contingente que desembarcou em Sabah a 11 de fevereiro e que desde 01 de março se envolveu em confrontos com as forças de segurança malaias, que já causaram pelo menos 66 mortos.