Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mais um ano para cumprir défice é "dar mais corda ao enforcado" - Jerónimo de Sousa

Lusa

  • 333

Arraiolos, 17 mar (Lusa) -- O secretário-geral do PCP considerou hoje que a decisão da 'troika' de dar mais um ano a Portugal para cumprir o défice, a juntar ao corte de quatro mil milhões de euros, representa "dar mais corda ao enforcado".

"A decisão do adiamento para mais um ano quer do cumprimento da meta do défice, quer do programa de austeridade suplementar de quatro mil milhões de euros, visa dar mais corda ao enforcado. Não sufocar a vítima de uma vez, aliviar um bocadinho para poderem continuar a explorar o nosso país", afirmou.

O líder comunista discursava no final de um almoço que assinalou o 92.º aniversário do PCP e que juntou, segundo a organização, cerca de 1.200 pessoas no Pavilhão Multiusos de Arraiolos, no distrito de Évora.