Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mais de um terço dos despachantes da Guiné-Bissau suspensos por suspeitas de fraude fiscal

Lusa

  • 333

Bissau, 31 jan (Lusa) - Mais de um terço dos despachantes oficiais da Guiné-Bissau foram suspensos por suspeitas de fraude fiscal, disse hoje o ministro das Finanças do Governo de transição, Abubacar Demba Dahaba.

A medida, de acordo com um documento do Ministério das Finanças, atinge 29 funcionários, entre despachantes oficiais, ajudantes despachantes e caixeiros despachantes, que estão a ser investigados pelo Ministério Público por suspeita de desvio de dinheiros do Estado.

Aos visados foram-lhe suspensas as cédulas de exercício da profissão e impedido o acesso ao sistema informático aduaneiro, o Sydónia.