Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mais de 500 trabalhadores de cruzeiros arrestados sem ordenado desde outubro

Lusa

  • 333

Lisboa, 04 dez (Lusa) - Quatro navios portugueses da Classic International Cruises (CIC) estão arrestados em portos europeus por dívidas, com cerca de 100 dos 500 trabalhadores ainda a bordo, que não recebem desde outubro, explicou hoje o sindicato, à agência Lusa.

O secretário-geral da Fesmar-Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores do Mar, Alexandre Delgado, disse que a centena de funcionários, entre os quais alguns portugueses, aguarda o repatriamento para os respetivos países. Os restantes regressaram a "expensas próprias" aos países de origem à medida que os navios iam parando, por ordem do tribunal.

Fonte da secretaria de Estado das Comunidades informou a Lusa de que está a acompanhar a situação dos portugueses, acrescentado que se prevê a chegada, na quinta-feira, dos três últimos tripulantes nacionais - num total de 13 - que ainda estão a bordo do navio 'Princess Daphne', arrestado na Grécia.