Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mais de 3.000 pessoas rejeitam extremismo religioso em encontro no Mali

Lusa

  • 333

Bamako, 25 nov (Lusa) -- Mais de três mil pessoas rejeitaram o extremismo religioso num encontro, no sábado, em Bamako, organizado por um dos imãs mais célebres do Mali.

"O nosso país conhece o Islão há mais de 13 séculos. Nós não podemos aceitar o extremismo religioso que existe atualmente no norte do Mali", afirmou o imã Cherif Ousmane Madani Haïdara, dirigindo-se à multidão.

No encontro, na capital, participaram representantes de partidos políticos e líderes religiosos.