Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mais de 2.500 guerrilheiros das FARC estão presos na Colômbia -- estudo

Lusa

  • 333

Bogotá, 04 dez (Lusa) - Um total de 2.536 guerrilheiros das FARC está preso na Colômbia, segundo um relatório do Instituto Nacional Penitenciário e Carcerário (INPEC) realizado a pedido do Governo colombiano durante o processo de paz com o grupo rebelde.

O documento, ao qual a RCN Rádio teve acesso, revela que no total há 3.361 detidos por crimes de rebelião, conspiração e atividades relacionadas, e que 2.536 são das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), enquanto 376 pertencem ao Exército de Libertação Nacional (ELN), a segunda maior guerrilha do país.

Em declarações à emissora colombiana, o diretor do INPEC, general Gustavo Adolfo Ricaurte, explicou que desses presos "2.000 estão condenados" e os restantes em processo de investigação.