Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mais de 1.500 empresas de transporte de mercadorias fecharam em dois anos -- ANTP

Lusa

  • 333

Lisboa, 22 jan (Lusa) -- Mais de 1500 empresas de transporte rodoviário de mercadorias fecharam nos últimos dois anos, disse à Lusa o presidente da ANTP, o que leva os patrões a exigirem medidas urgentes para ajudar o setor.

O presidente da Associação Nacional de Transportadoras Portuguesas (ANTP), Artur Mota, disse que, à semelhança do ano anterior, 2012 "foi trágico" para o setor, marcado pelo fecho de mais empresas, justificado pela "incapacidade de repercutir no cliente os custos de manutenção".

Em declarações à Lusa, Artur Mota estimou que, "entre 2011 e 2012, fecharam 1500 empresas no transporte rodoviário de mercadorias, num universo de cerca de 10 mil empresas, que representam cerca de 10 mil postos de trabalho diretos e indiretos". Ainda assim, no segundo semestre do ano passado, as empresas ganharam clientes com a greve dos estivadores que paralisou os portos de Lisboa, Setúbal, Aveiro e Figueira da Foz.