Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mais de 130 réplicas depois de forte sismo dificultam ajuda humanitária nas Ilhas Salomão

Lusa

  • 333

Sydney, Austrália, 11 fev (Lusa) - Mais de 130 réplicas atingiram as Ilhas Salomão, desde o sismo de quarta-feira de magnitude 8 na escala de Richter seguido de tsunami, o que tem vindo a dificultar a ajuda humanitária, informou hoje a imprensa local.

O último abalo, com uma intensidade de 6,3, ocorreu esta madrugada e teve o epicentro a 51 quilómetros a sudoeste de Lata, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos, que registou outros tremores de terra de 6,6 e 7 na sexta-feira e no sábado.

A réplica de sexta-feira danificou o cais da cidade de Lata, situada nas Ilhas Santa Cruz, as mais afetadas pela catástrofe natural, declarada zona de desastre pelas autoridades na sexta-feira.