Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mais agricultores com crédito bancário em Moçambique, mas riscos continuam altos

Lusa

  • 333

Chimoio, Moçambique, 07 mar (Lusa) - O número de agricultores moçambicanos que aproveita linhas de crédito bancário está a crescer, apesar de continuarem altos os riscos e constrangimentos para financiamento agrário em Moçambique, disse hoje à Lusa um especialista em finanças agrárias.

Wigle Vondeling, diretor de agrofinanças no Banco Terra, disse que o financiamento bancário continua a ser afetado por falta de garantias dos agricultores, de laboratórios de solos, de limitações de qualidade de insumos, de canais de venda, de distorção de mercado e de ausência de barreiras governamentais para proteção da produção local.

"Por isso, é nossa política financiar toda a cadeia de valor, desde o produtor, comprador, processador e exportador, como forma de reduzir os riscos. Mas também estamos a trabalhar com parceiros para financiar até 50 por cento de seguros de garantia, porque temos um enfoque em cobrir camponeses", explicou Wigle Vondeling.