Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Maioria dos membros da Academia de Ciências austríaca pertenceu ao partido nazi - estudo

Lusa

  • 333

Viena, 16 fev (Lusa) -- A Academia de Ciências austríaca admitiu, 68 anos após a queda da ditadura de Adolf Hitler, que a maioria dos seus membros pertenceu, à época, ao partido nazi.

Um estudo elaborado por historiadores e que será divulgado a 12 de março, quando se assinalarem os 75 anos sobre a anexação da Áustria pela Alemanha nazi, adianta que três quintos dos membros da Academia pertenciam ao partido nazi (Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães - NSDAP).

Segundo o estudo, revelado hoje pelo semanário austríaco Profil, a Academia de Ciências proclamou-se "livre de judeus" em 1939 e, a partir de 1941, participou mesmo em "investigação racial", nomeadamente medindo crânios de deportados e prisioneiros de guerra.